• Geral 22/04/17 | 13:56:44
  • Cerca de 1.600 idosos são vacinados na primeira semana se campanha
  • Campanha de vacinação contra a gripe iniciou na última segunda
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Jonathan Ribeiro/Rádio Caçanjurê
  • Foto: Jonathan Ribeiro/Rádio Caçanjurê

Iniciou na última segunda-feira, 17, em todo o país a campanha de vacinação contra a gripe. Em Caçador, dos 6.848 idosos a serem vacinados, 1.918 já tomaram a vacina, um percentual de 23,2%. Já na questão de pessoas com doenças crônicas, também incluídas no calendário da primeira semana foram vacinadas 347 pessoas de um total de 2.931.

De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica Paula Brustolin Xavier, esperavam mais pessoas, tendo em vista que a primeira semana era para ser especificamente para idosos e pessoas com doenças crônicas. Entretanto, é compreensível por conta do feriado.

"Nós aguardamos as pessoas, pois sabemos que toda a campanha no início a abrangência é um pouco mais lenta, mas no decorrer acabamos atendendo toda a demanda e atingindo a meta que é vacinar 90% dos grupos a serem vacinados", disse.

Paula pede ainda para que as pessoas procurem suas unidades de saúde para se vacinarem e que a campanha será retomada nesta segunda-feira atingindo todos os grupos, exceto presídio que será na última semana de campanha.

Caçador está livre do mapa de infestação de Dengue

O secretário de saúde de Caçador Ademar Schimitz, em entrevista no Jornal Caçanjurê divulgou o último boletim enviado pela Dive (Diretoria em Vigilância Epidemiológica) relacionado a Dengue. Na região Oeste e Extremo Oeste ainda tem 55 municípios considerados infestados pelo mosquito. Entretanto, Caçador está fora deste mapa.

O secretário afirma que isso é uma vitória de todas as pessoas que foram a campo e que estão fazendo um trabalho continuo para acabar com a Dengue em Caçador. "Foram feitas forças-tarefas onde vários locais foram monitorados e dado fim no Aedes Aegypti, vetor de proliferação da doença", disse.

Segundo o secretário, não é pelo fato de Caçador sair do mapa de cidades infestadas que os cuidados devem ser deixados de lado. "Demos continuar com o trabalho, com as orientações, monitoramento, pois sabemos que esta luta deve continuar para que não tenhamos mais registros no município de Dengue", finalizou.

comentários