• Geral 01/11/18 | 10:33:11
  • Médico cita cuidados que a população deve ter com o horário de verão
  • Horário de verão começará neste domingo e segue até o dia 17 de fevereiro
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Jornalismo Rádio Caçanjurê
  • Foto: Rádio Caçanjurê

Amado por uns e motivo de irritação para outros. Assim é o horário de verão que começará neste domingo, 4 de novembro, no Brasil. Instituído pela primeira vez entre 3 de outubro de 1931 até 31 de março de 1932, a mudança no horário contou com períodos em que ele não foi adotado, porém desde 1985 a alteração é feita anualmente.

Com o adiantamento em uma hora, o organismo de muitas pessoas demora a se acostumar com a mudança. Os efeitos são sentidos no dia-a-dia, na alimentação, no sono e em outras situações comuns.

O fim do horário de verão chegou a ser analisado pelo governo após um estudo do Ministério de Minas Energia apontar queda na efetividade da iniciativa, já que o perfil do consumo de eletricidade não estava mais ligado diretamente ao horário.

O médico João Gomes cita algumas alterações de hábitos que precisamos ter para acostumar o corpo com o horário de verão. "É preciso desde já ter uma alimentação boa pela manhã já que o período de jejum, logo que você acorda, faz aumentar a sonolência durante o dia. Além disso, evita a hipoglicemia, que pode acarretar em desatenção, por exemplo, no trânsito ou na empresa," comenta o profissional.

Outro cuidado importante é com o horário de dormir e a medicação. "A orientação é que a pessoa vá para a cama antes mesmo do horário que era regular. Evite ir dormir com o estômago cheio, ou seja, a janta deve ser feita bem antes de ir deitar. É preciso ficar atento também com a medicação, por exemplo, com remédios que inibem ou dão sonolência", cita João Gomes.

Com a adoção do horário de verão, as tardes ficam mais longas e a comunidade aproveita para praticar atividades físicas, mas o médico alerta para que não ocorram de maneira intensa à noite, pois isso faz a pessoa ficar com o metabolismo acelerado. "O esporte à noite faz a pessoa despertar, logo você irá jantar tarde e terá mais dificuldade em descansar. A recomendação é que esse exercício ocorra pela manhã", finaliza o medido.

À meia-noite, os moradores de Santa Catarina e outros nove estados, além do Distrito Federal, devem adiantar o relógio em uma hora. O ajuste vale para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste e irá vigorar até o terceiro domingo de fevereiro de 2019 (dia 17).

comentários