• Esporte 20/04/17 | 18:16:41
  • Kindermann é denunciado por atleta irregular
  • Equipe será julgada na próxima segunda, 24, e poderá perder três pontos
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Daniela Lameira/Ass. Imp. STJD
  • Foto: Angélica Lüersen/ALLSPORTS

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol julgará na próxima segunda, dia 24 de abril, a equipe do Kindermann por escalar atleta em situação irregular na estreia do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino A1. Com risco de perda de três pontos na competição e multa o clube será julgado pela Primeira Comissão Disciplinar em sessão agendada para as 13h.

De acordo com a denúncia ofertada pela Procuradoria, a atleta Rafinha não poderia ter sido relacionada para a partida contra o Iranduba, realizada no dia 12 de março, por ter uma partida de suspensão a cumprir aplicada quando ainda defendia o Foz do Iguaçu, em 2016.

Pela equipe paranaense, Rafinha foi expulsa no dia 12 de outubro de 2016 em partida da Copa do Brasil. Denunciada e julgada, ela foi punida com uma partida de suspensão, porém sem atuar mais no campeonato e transferida para o Kindermann, a atleta deveria cumprir a suspensão na próxima competição nacional a ser disputada. Com isso, Rafinha não poderia participar da estreia da equipe catarinense no Brasileiro 2017.

Com base nas informações, a Procuradoria denunciou o Kindermann por infração ao artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A pena, caso acatada a denúncia, será de perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100 a R$ 100 mil.

comentários