• Educação 07/11/18 | 11:28:34
  • Escola Ulysses Guimarães implanta projeto inovador Matemática Inclusiva
  • .
diminuir o tamanho do texto aumentar o tamanho do texto
  • Fonte/Autor: Ass. Imp. Prefeitura de Caçador
  • Foto: Ass. Imp. Prefeitura de Caçador

A Escola Municipal Ulysses Guimarães, no Mutirão, conta com diversos projetos inovadores. Entre eles, um que vem se destacando é o "Matemática Inclusão".
Este é uma iniciativa da professora Suzana Pereira do Prado, que trabalha com as turmas de 6º, 8º e 9º anos na escola. A professora destaca que há um número significativo de alunos com necessidade especiais, assim como, há necessidade da adaptação das atividades para eles.

"Nem todo conteúdo é adaptável, mas muitos são e assim vamos adaptando também as atividades. O objetivo é que os alunos sejam capazes de interagir socialmente, identificar o horário, dinheiro, pegar ônibus, quantificar, se tornarem independentes nestes sentidos. Quando se fala em alunos especiais, as pessoas assimilam que eles não são capazes de atender, mas eles são. Há limitações, mas todos têm potencial", destaca Suzana

O projeto conta com o auxílio dos demais professores da escola. "Hoje, este é um projeto pioneiro em Caçador. Esperamos que a iniciativa seja ampliada para outra instituições de ensino. Vemos a nítida evolução de nossos estudantes", completa a professora.

A diretora da escola, Pamela Fically, destaca outros projetos desenvolvidos na escola. "Um outro projeto da escola é a Horta Alimentar Saudável. Os alunos plantam e cuidam dos alimentos, acompanham todo o processo e finalmente podem provar. Eles aprendem a importância da alimentação saudável, sabor e qualidade dos alimentos", acrescenta.

Outras ação da escola é a parada para leitura e um programa de autoconhecimento. "Toda a escola para por 20 minutos, uma vez por semana para ler. É uma maneira de incentivar os alunos, professores, especialistas, alunos, todos param. Há ainda o projeto Identidade, onde os professores ajudam os alunos a se descobrirem e a respeitarem as diferenças. Temas como bullying são debatidos", finaliza Pamela.

comentários